terça-feira, 30 de abril de 2013

A 2ª Guerra Mundial ( 1939 - 1945 )


2ª Guerra Mundial ( 1939 - 1945 )´

A Segunda Guerra Mundial (1939–1945) opôs os Aliados às Potências do Eixo, tendo sido o conflito que causou mais vítimas em toda a história da Humanidade. As principais potências aliadas eram a China, a França, a Grã-Bretanha, a União Soviética e os Estados Unidos. O Brasil integrou-se aos Aliados em 1943. A Alemanha, a Itália e o Japão, por sua vez, perfaziam as forças do Eixo.

Perderam-se cerca de 55 milhões de vidas, e gastaram-se biliões de dólares nos custos da guerra e nos prejuízos que ela causou. Só na Europa Ocidental ficaram destruídos mais de 1,5 milhões de edifícios e mais de 7 milhões sofreram danos ou prejuízos.

Em nações evoluídas e que se diziam civilizadas, morria-se de fome.

O que originou esta guerra ?

A resposta não é fácil e os historiadores apontam várias razões. Uma das últimas hipóteses, com uma certa lógica, é que o famoso pacto Von Ribbbentrop - Molotov, pacto de não agressão entre a Alemanha de Hitler e a República Soviética de Estaline, em que estas duas potências numa cláusula secreta desse tratado, dividiam entre si a Polónia e parte da Europa de Leste, firmado em Moscovo em 23 de Agosto de 1939, serviu de espoleta para o começo da invasão alemã e soviética à Polónia.

A Alemanha começou a invasão da Polónia, em 1 de Setembro de 1939, e a União soviética em 17 de Setembro do mesmo ano. Em 3 de Setembro, França, Reino Unido, declaram guerra à Alemanha, seguidos do Canadá, Nova Zelândia e Austrália e muitos outros.

 Quando alemães e russos eram muito amigos !














Morte e evolução técnica

Mas durante este período de morte, destruição e sofrimento ,assistiu-se também por necessidade da guerra, a uma tremenda evolução tecnológica. Entre as cargas de cavalaria de Mussino, a sudoeste de Klina, em que cavaleiros mongóis do exército soviético, de sabres erguidos à boa maneira medieval, morriam pela pátria contra os tanques e metralhadoras alemãs e as bombas atómicas de Hiroshima e Nagasaki, em que o dedo de um só homem destruía cidades inteiras, havia uma diferença técnica de "muitos anos-luz".


Na aviação, passou-se dos rápidos mas pesados Spitfires com tremendos motores de muitos cilindros em linha, e com fuselagens revestidas de madeira e tela, e dos canelados e lentos Junkers bimotores, a modernos caça rápidos todos de fuselagem metálica com poderosos motores de injecção ou turbo-compressão, até às poderosas super-fortalezas voadoras, que transportavam toneladas de bombas.

Apareceram também então, os primeiros caças com motores de reacção fabricados pela BMW. Hitler teve uma esquadrilha destes aviões à sua disposição, nos princípios de 1945, mas já era tarde, o III Reich já não tinha combustível e a guerra estava ganha pelos aliados. Oa alemães avançaram também muito na produção de carburante sintético, e produziram dezenas de milhões de toneladas durante a guerra.

Jeep

Nas campanhas de África apareceram os primeiros Volkswagen, adaptados para usos militares, com motores arrefecidos por ar, tanques alemães com motores diesel, menos vulneráveis a incêndios e explosões de combustível e o exército soviético aparece com os seus famosos T-34, com lagartas de 60 cms que passavam nas neves com toda a facilidade.

Aparece também o famoso GP "General Purpose Vehicle", com tracção às quatro rodas, que foi rapidamente rebaptizado de JEEP. A invenção do magnetrão pelos ingleses, permitiu aos aliados, a construção de radares na banda de microondas, com grande potência e definição, tornando o radar num poderoso e preciso, instrumento de detecção de navios e aviões.

Tanque russo T-34
A utilização para fins médicos da penicilina e sua produção em escala industrial, permitiu salvar a vida a milhões de feridos de combate, e abriu a época dos antibióticos, ajudando a vencer a guerra contra as doenças provocadas por microorganismos.

Apareceram os grandes porta-aviões, submarinos equipados com snorkel , que podiam utilizar os seus motores diesel debaixo de água e carregar as baterias. Equipamentos de sonar eficientes, para barcos e submarinos, e o grupo de Peenmunde, chefiado por Von Braun, cria os primeiros foguetes apelidados de bombas voadoras, a V1 e V2, esta mais rápida que o som, que lançaram a destruição sobre Londres, mas que no fundo, apesar dos horrores da guerra, iniciaram a época da conquista do espaço.

O ataque a Pearl Harbor

O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval de ataque à base norte-americana de Pearl Harbor, efetuada pela Marinha Imperial Japonesa na manhã de 7 de Dezembro de 1941.

O ataque em Pearl Harbor, na ilha de Oahu, Havaí, foi executado de surpresa contra a frota do Pacífico da Marinha dos Estados Unidos da América e as suas forças de defesa, o corpo aéreo doexército americano e a força aérea da Marinha.

O ataque danificou ou destruiu 21 navios e 347 aviões, matando cerca de 2403 pessoas e ferindo outras 1178. Contudo, os trêsporta-aviões da frota do Pacífico não se encontravam no porto, pelo que não foram danificados, tal como os depósitos de combustível e outras instalações.


O ataque marcou a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial2 e o início da Guerra do Pacífico, ficando conhecido como Bombardeamento de Pearl Harbor e Batalha de Pearl Harbor, embora o nome mais comum seja Ataque a Pearl Harbor ou simplesmente Pearl Harbor.

Na manhã do ataque, um novo radar instalado apenas uns dias antes do ataque indicou a presença dos aviões japoneses, mas o aviso foi confundido com a chegada prevista de um grupo de aviões dos EUA. Alguns aviões estado-unidenses foram abatidos à medida que a força de ataque se aproximava. Mas todos os avisos encontravam-se à espera de confirmação quando o ataque começou.

O ataque começou às 7h53min (hora local) de 7 de dezembro, que no horário de Tóquio correspondia às 3h23min de 8 de dezembro. Os aviões japoneses atacaram em duas vagas, nas quais 353 aviões chegaram a Oahu. A primeira vaga foi liderada por 186 torpedeiros-bombardeiros vulneráveis, aproveitando os primeiros momentos de surpresa atacando os navios no porto enquanto bombardeiros-de-mergulho atacavam as bases aéreas ao longo de Oahu, começando pelo campo aéreo Hickam, o maior, e o campo aéreo Wheeler, a principal base de caças. 

A segunda vaga de 168 aviões atacou o campo Bellows e a ilha Ford, uma base aérea naval e marinha no meio de Pearl Harbor. A única força de oposição veio de alguns P-36s e P-40s e de fogo antiaéreo naval.

O Massacre de Katyn 


Massacre da Floresta de Katyn, foi uma execução em massa ocorrida durante aSegunda Guerra Mundial contra oficiais poloneses prisioneiros de guerra, policiais e cidadãos comuns acusados de espionagem esubversão pelo Comissariado do Povo para Assuntos Internos (NKVD), a polícia secreta soviética, comandada por Lavrentiy Beria, entre abril e maio de 1940, após a rendição da Polônia à Alemanha Nazista.

Através de um pedido oficial de Beria, datado de 5 de março de 1940, o líder soviético Josef Stalin e quatro membros do Politburo aprovaram ogenocídio. O número de vítimas é calculado em cerca de 22 000, sendo 21 768 o número mínimo identificado.

As vítimas foram executadas na floresta de Katyn, na Rússia, em prisões em Kalinin e Kharkov e em outros lugares próximos. Do total de mortos, cerca de 8 mil eram militares prisioneiros de guerra, outros 6 mil eram policiais e o restante dividido entre civis integrantes daintelectualidade polonesa - professores, artistas, pesquisadores,historiadores, etc - presos sob a acusação de serem sabotadores, espiões, latifundiários, donos de fábricas, advogados.

A União Soviética alegou que o genocídio havia sido praticado pelos nazistas e continuou a negar responsabilidade sobre os massacres até 1990, quando o governo de Mikhail Gorbachev reconheceu oficialmente o massacre e condenou os crimes levados a cabo pela NKVD em 1940, assim como ao seu subsequente encobrimento. No ano seguinte, Boris Yeltsin trouxe a público os documentos datados de meio século antes que autorizavam o genocídio.

Em novembro de 2010, a Duma Estatal russa aprovou uma declaração culpando Stalin e outros dirigentes soviéticos por haverem pessoalmente ordenado o massacre.

Os campos de extermínio Nazis

Campo de extermínio - era o termo aplicado a um grupo de campos construídos pela Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo expresso de matar os ditos inimigos do regime nazista (judeus, roma, sintis e yeniches, além de prisioneiros de guerra soviéticos).


Existe uma sensível distinção entre campos de extermínio e campos de concentração, tais como os de Dachau e Belsen, cuja maior parte se situava na Alemanha. Os campos de concentração constituíam um sistema de encarceramento e aglomeração dos vários "inimigos do Estado" (tais como comunistas e homossexuais) e dispunham de bases de recursos de trabalho forçado para empresas alemãs. Muitas vezes, os prisioneiros inicialmente detidos nestes campos de concentração eram posteriormente enviados para os campos de extermínio.


Nos primeiros anos do regime Nazi (estabelecido em 1933) alguns judeus foram enviados para estes campos. Após 1942, no entanto, houve o início dasdeportações em massa para os campos de concentração, sendo que muitos destes enviados eram, ou imediatamente ou em seguida, enviados para os campos de extermínio. Isso seria a "solução final da questão judia", que passou a história judaica como o Holocausto. Esses campos são também conhecidos como os "campos da morte".

O método de execução mais comum nestes campos era pelo gás Zyklon B, que era utilizado nas famosas câmaras de gás, apesar de muitos prisioneiros terem sido executados por fuzilamento e outros meios. Os corpos dos mortos eram destruídos em crematórios (excepto em Sobibór onde eles eram cremados em fogueiras ao ar livre), e as cinzas eram enterradas ou dispersas.

O número de pessoas mortas nos seis maiores campos foi estimado em:

Auschwitz-Birkenau: cerca de 1 100 000
Treblinka: pelo menos 700 0002
Bełżec: cerca de 434 5003
Sobibór: cerca de 167 0004
Chełmno: cerca de 152 0005
Majdanek: 78 000
Total: 2 631 500

A Bomba Atómica

Mas a maior proeza técnica alcançada neste período, foi a aplicação prática da famosa equação de Einstein E=MC² que todos conhecem, mas que raramente convertem en números práticos. A equação significa simplesmente, no sistema MKS, que um Kg-massa de matéria convertida totalmente em energia, produzirá 9.000x10¹³ joules ( 22 Mega toneladas de TNT ), que são equivalentes a 2,5x10¹³ Kw/hora, aproximadamente a energia eléctrica consumida em Portugal durante o ano de 1998.

Bomba atómica
A equipa que trabalhou no projecto Manhantan sabia isso muito bem, mas felizmente que as primeiras bombas atómicas, eram bombas de fissão nuclear, que produzem só uma pequena percentagem de energia da equação de Einstein, e a primeira bomba atómica lançada sobre Hiroshima era "apenas" equivalente a 22 Kilo-toneladas de TNT. Converteu apenas 1 grama de matéria em energia (9x10¹³ joules)

A seguir à fissão nuclear, mas já depois da guerra terminar, chegou-se à fusão nuclear, à bomba de hidrogénio, imitando-se o Sol, em que o calor necessário para a fusão do hidrogénio em hélio é produzido por uma explosão de uma bomba de fissão nuclear.

Actualmente já se produzem actualmente em laboratório milhões de partículas de anti-matéria por segundo, que mais dia menos dia transformarão em realidade prática para o bem, ou para o mal, todo o potencial energético da equação de Einstein.


Um comentário:

ELEMENTO MUSICAL disse...

Muito bom artigo.
Veja AQUI este vídeo de comédia sobre o Hitler onde ele faz referência às bombas V1.